Passeata do MST chega ao Palácio dos Bandeirantes

Os cerca de 400 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), conforme estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), chegaram no começo da tarde ao Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, na zona sul de São Paulo. De acordo com imagens do jornal SPTV, da TV Globo, a Polícia Militar cercou a área em torno da sede do governo para impedir a aproximação dos manifestantes. Segundo o presidente do movimento, João Pedro Stédile, os manifestantes tentarão ter uma audiência com o governador José Serra (PSDB) ou com o secretário-chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo, Aloysio Nunes Ferreira.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

13 Agosto 2009 | 13h52

"Companheiros vão lá pedir que o governo acelere a análise das terras públicas estaduais para destiná-las para a reforma agrária", disse Stédile quando o grupo se dirigia para o Palácio. "Esse era o espírito desde o governador (Carlos Alberto Carvalho Pinto), em 1958. Serra está quarenta anos atrasado", criticou. O grupo saiu da Praça Charles Muller, no Pacaembu, zona oeste, por volta das 9 horas e seguiu por Pinheiros até o Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.