Pastor alemão ataca criança na zona oeste de SP

Uma menino de 1 ano e 9 meses de idade foi atacado, por volta das 23 horas de sábado, por um cachorro pastor alemão quando passeava com o pai, um vendedor de 38 anos, numa praça localizada na rua Professor Nova Gomes, no Sítio Bela Vista, no Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo.

RICARDO VALOTA, Agência Estado

21 de novembro de 2010 | 18h06

O animal, que pertence a uma juíza e, segundo a polícia, estava sem coleira e focinheira, teria escapado pelo portão da residência de magistrada. A criança sofreu ferimentos no queixo e nas pálpebras. O menino só não morreu porque o pai conseguiu espantar o animal. A criança só estava no chão porque o pai, pelos braços, auxiliava o filho a andar.

Segundo boletim de ocorrência registrado no 14º Distrito Policial, de Pinheiros, a juíza socorreu a criança, encaminhando-a para o Hospital Panamericano, e prometeu arcar com todas as despesas médicas, inclusive cirurgia plástica. A juíza pediu ao pai que transferisse a criança para o Hospital Sírio-Libanês. A delegacia solicitou exame de corpo de delito.

Tudo o que sabemos sobre:
ataquecachorrocriança

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.