Pastora metodista faz jejum em apoio a d. Cappio no Rio

Em esteiras de palha estendidas em frente à Igreja da Candelária, no Rio, um grupo de 20 manifestantes fez uma vigília em solidariedade ao bispo de Barra (BA), d. Luiz Flávio Cappio, e em protesto contra as obras de transposição do Rio São Francisco. Alguns mantiveram-se em jejum, como foi o caso da pastora Nancy Cardoso, da Igreja Metodista de Volta Redonda, no sul do Estado."D. Cappio acordou mais cedo para a questão da transposição do São Francisco para acordar o resto do País. O que nós queremos são projetos econômicos viáveis, descentralizadores, a revitalização do São Francisco. Não queremos uma obra que não vai beneficiar as populações ribeirinhas, mas as indústrias, os exportadores de frutas", afirmou Nancy.

CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

17 de dezembro de 2007 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.