Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Pátio em Campinas-SP empilha carro por falta de espaço

O pátio para onde são levados os veículos apreendidos na região de Campinas (SP) está com quase três vezes mais carros do que a sua capacidade máxima. A superlotação obriga a administração do local a empilhar parte deles. Segundo a assessoria de imprensa da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC), responsável pelo pátio, veículos mais velhos e menos conservados são colocados por baixo.

EQUIPE AE, Agência Estado

14 de fevereiro de 2011 | 19h33

A situação não é novidade. A EMDEC enfrenta o problema desde 2007. Atualmente, chegam ao pátio aproximadamente 20 carros por dia. Dos 6.400 veículos ali alojados, mais de 95% foram apreendidos pelas polícias Civil e Militar por irregularidades.

A melhor maneira de liberá-los é através de leilões organizados pela Circunscrição Regional de Trânsito (CIRETRAN). Em 2010, porém, foram realizados apenas quatro leilões, número insuficiente para diminuir a quantidade de veículos no pátio. No fim do ano passado, a EMDEC tentou suspender o recebimento de veículos, mas desistiu após a CIRETRAN se comprometer formalmente a realizar oito leilões em 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
Campinascarropátioapreensão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.