Paulo Skaf estuda trocar PSB por PMDB

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, que se candidatou ao governo paulista no ano passado, não descarta a transferência do PSB para o PMDB.

REUTERS

18 de fevereiro de 2011 | 14h38

"Meu projeto neste momento é ser candidato à reeleição da presidência da Fiesp e do Ciesp para o próximo quadriênio. Agora, as coisas são muito dinâmicas, a política é muito dinâmica e o futuro a Deus pertence. Você não pode prever o que vai acontecer", disse Skaf a jornalistas.

A declaração foi feita após encontro com o vice-presidente Michel Temer, presidente licenciado do PMDB, que afirmou que "as portas estão abertas" para Skaf.

Auxiliar próximo a Skaf disse à Reuters que a ausência do ex-governador peemedebista Orestes Quércia, morto em dezembro passado, pode auxiliar na decisão de troca de legenda, uma vez que os dois não eram próximos.

Skaf também se sente atraído pela estrutura do PMDB, que considera superior a que teve que lidar no PSB na eleição passada. A candidatura à Prefeitura paulista é o principal foco das conversas.

(Reportagem de Carmen Munari; Edição de Silvio Cascione)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICASKAFPMDB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.