PDT diz a Dilma que apoia os 3 nomes para Ministério do Trabalho

O PDT comunicou à presidente Dilma Rousseff apoio a três nomes para assumir o Ministério do Trabalho, ocupado interinamente desde dezembro após a saída de Carlos Lupi diante de denúncias de irregularidades, disse o deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP).

REUTERS

14 Março 2012 | 20h17

Os três nomes são os deputados federais Brizola Neto (RJ) e Vieira da Cunha (RS) e do secretário-geral do partido, Manoel Dias. Brizola Neto é o preferido de Dilma.

"O partido não tem preferência, apoia os três nomes", disse Paulinho após reunião com Dilma. O partido entregou carta à presidente em que deixa clara sua posição.

Segundo ele, a discussão sobre o nome do novo ministro não esteve na pauta do encontro, concentrada na área sindical.

"Agora, ela tem todo o respaldo do partido para escolher os três nomes. Se era esse o problema, não é mais."

O Ministério do Trabalho é ocupado interinamento pelo secretário-executivo, Paulo Roberto Pinto, desde a saída de Lupi, que tinha resistência em apoiar Brizola Neto para o cargo.

(Hugo Bachega)

Mais conteúdo sobre:
POLITICA PDT APOIATODOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.