PE pede criação de benefício às vítimas das enchentes

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), enviou ontem à Assembleia Legislativa uma emenda ao Projeto de Lei do Fundo Especial de Combate às Situações de Emergência e Calamidade (FECSEC), autorizando a criação do Auxílio Reconstrução, para beneficiar os moradores atingidos pelas enchentes no Estado.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

29 de junho de 2010 | 11h08

Segundo o governo, se aprovada, todas as famílias cadastradas terão direito, além do auxílio-moradia de R$ 150, à complementação do Auxílio Reconstrução. Os dois benefícios somados devem totalizar, no máximo, o valor de um salário mínimo (R$ 510). Cerca de 16 mil famílias estão desabrigadas ou desalojadas em Pernambuco, segundo estimativas do governo.

Para receber o Auxílio Reconstrução, os moradores das cidades atingidas pelos temporais deverão estar cadastrados e ainda ter pelo menos um dos seus integrantes participando das ações de reconstrução de moradias, prédios públicos, assistência a desabrigados ou quaisquer outras atividades relacionadas com a Operação Reconstrução.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.