INFOGRÁFICO|ESTADÃO
INFOGRÁFICO|ESTADÃO

Pedido de prisão de Renan, Jucá, Cunha e Sarney é destaque do 'Estadão Noite'

Edição para smartphones e tablets, publicada de segunda a sexta, estreia nesta semana sua nova versão

O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2016 | 20h07

Terça-feira de nova reviravolta no cenário político com o pedido de prisão de Renan, Cunha, Jucá e Sarney feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo. Um resumo desta e das principais notícias do dia está no novo ‘Estadão Noite’, publicação do Estado exclusiva para smartphones e tablets, que estreou nesta semana sua nova versão, totalmente remodelada. 

Agora, a edição publicada de segunda a sexta-feira, sempre às 20h, trará os principais acontecimentos, valorizando a curadoria de conteúdo. Com um design moderno e arrojado, o produto é voltado para os leitores que querem se atualizar e não dispõem de muito tempo.

Para acessar o ‘Estadão Noite’ é preciso baixar o aplicativo ‘Estadão - Edição Digital’, disponível gratuitamente nas lojas de aplicativos Google Play e App Store. Mesmo quem não é assinante da edição digital do Estado pode ter acesso, de graça e por tempo limitado, ao ‘Estadão Noite’.

O ‘Estadão Noite’ agora é dividido em nove seções, para atender desde pessoas que desejam se manter informadas de forma rápida até aquelas que buscam uma avaliação mais analítica, além dos fatos. Logo de cara, o leitor recebe um resumo do noticiário do dia. Ele poderá se aprofundar em cada um deles na seção seguinte, que traz uma lista com as notícias mais importantes, segundo os editores do Estado.

Aplicativo. Por meio do app ‘Estadão - Edição Digital’, os leitores podem comprar e ler todas as edições impressas do jornal em formato digital, incrementadas com recursos interativos. Sempre que uma nova edição fica disponível, o usuário é notificado. Quem já é assinante pode baixar as edições digitais do jornal para ler quando estiver sem conexão com a internet. Quem ainda não assinou o jornal pode comprar edições avulsas por meio do aplicativo.

Além do ‘Estadão Noite’, o usuário também pode conferir o ‘Estadão Premium’, que traz para dispositivos móveis o jornal impresso na íntegra, com complementos informativos, como galerias de fotos e botões que redirecionam o leitor para o portal.

Pioneiro na tendência de consumo de notícias em dispositivos móveis, o Estado foi o primeiro jornal brasileiro a ter uma versão específica para tablets, lançada em abril de 2010, mesmo dia em que o iPad chegou às lojas dos EUA.

 

 

Mais conteúdo sobre:
RenanRodrigo JanotEstadão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.