Pelo menos três são mortos em ataque no norte do Mali, diz ONU

Agressores desconhecidos dispararam dezenas de foguetes em direção a uma base da Organização das Nações Unidas nos arredores da cidade de Kidal, no norte do Mali, neste domingo, matando pelo menos três pessoas, disse a ONU.

REUTERS

08 de março de 2015 | 10h09

O incidente é o terceiro ataque no país que fica no oeste da África neste fim de semana, apontando para a instabilidade em curso dois anos depois de a França ter ajudado a retomar o deserto no norte do país de militantes ligados à Al Qaeda.

"A Minusma (força de manutenção de paz da ONU) em Kidal foi alvo de mais de 30 foguetes como parte de um ataque sofisticado", disse a ONU em um comunicado. Um integrante da força da ONU e outras oito pessoas foram feridas, acrescentou o comunicado.

"A Minusma está indignada com a covardia dos agressores, que também tiveram como alvo civis inocentes."

Fontes disseram que a ONU e tropas francesas que dividem a base revidaram os ataques e enviaram apoio aéreo ao local. O integrante da força da ONU que foi morto era chadiano, disseram as fontes, acrescentando que a situação havia sido normalizada.

Um porta-voz do exército francês não pôde ser contatado para comentar o assunto.

(Por Adama Diarra, David Lewis e John Irish)

Tudo o que sabemos sobre:
MUNDOMALIATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.