Penha e Santo Amaro serão os próximos

A transformação de um bairro de casinhas antigas e comércios familiares em alvo do mercado imobiliário está longe de ser um fenômeno restrito ao Largo da Batata. A exemplo do que já ocorreu em Vila Olímpia, Santana, Pompeia ou mesmo na Vila Mariana, vários bairros tradicionais de São Paulo ainda terão a paisagem totalmente transformada com a construção de novos empreendimentos. É o caso principalmente de Mooca e Penha, na zona leste, e de Santo Amaro, na zona sul, que ainda guardam vestígios de uma São Paulo do século 19.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

De acordo com um levantamento feito com base nos processos do Departamento de Aprovação de Edificações da Secretaria Municipal de Habitação, de janeiro a setembro deste ano, esses três bairros são justamente os que mais tiveram novos empreendimentos aprovados pela Prefeitura. A Penha aparece com 51, seguido por Santo Amaro, com 48, e Mooca, com 42. Para efeito de comparação, lugares extremamente valorizados como Saúde, Sumaré, Brooklin, Moema e Vila Olímpia tiveram cada um de 5 a 20 empreendimentos aprovados neste ano. Os números significam alvarás de aprovação de empreendimentos, ou seja, os edifícios ainda não têm prazo para serem entregues.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.