Pepino com ''E. coli'' é achado na Alemanha

Legume estava no lixo de uma família infectada pela bactéria; secretaria da saúde local não informou a origem do alimento

, O Estado de S.Paulo

09 Junho 2011 | 00h00

BERLIM

Um pepino com restos da agressiva variante da bactéria E. coli que matou pelo menos 25 pessoas apenas na Alemanha foi encontrada no lixo de uma família contaminada na Saxônia-Anhalt, segundo a Secretaria da Saúde do Estado.

O porta-voz Holger Paech não precisou o país de origem do legume. Os demais restos biológicos do lixo estão sendo analisados, assim como os alimentos à venda nos supermercados onde a família faz compras. "Não está claro e nunca saberemos com total segurança como a E. coli chegou até aqui", disse. Ele acrescentou que nenhuma das análises feitas após a descoberta deu positivo e aventou a possibilidade de a E. coli ter chegado ao lixo após a família ter sido contaminada.

A família, que teve seus três membros afetados, não tem contato com o norte da Alemanha, onde está a maioria dos casos. A região em que vivem, Saxônia-Anhalt, até o momento só confirmou 32 casos de infecção. Os pais, ambos de 50 anos, não correm perigo, mas a filha sofre da síndrome hemolítico-urêmica, a forma mais grave de infecção. Segundo cientistas das Universidades de Greifswald e Bonn, a nova cepa seria mais agressiva nos casos graves porque, além de segregar a toxina shiga, provocaria a formação de autoanticorpos, que aumentariam um fator de coagulação que limita a provisão sanguínea a regiões cerebrais e renais./ EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.