Pequena mancha de Júpiter fica mais forte

A irmã mais nova da Grande Mancha Vermelha do planeta Júpiter está cada vez mais vermelha e intensa. As duas manchas são, na verdade, tempestades na atmosfera do maior planeta do Sistema Solar, e embora a Grande Mancha - que tem três vezes o tamanho da Terra - chame mais a atenção, a mancha pequena está passando por uma fase curiosa.Há menos de um ano, a tempestade menor - "apenas" do tamanho da Terra - era branca. Agora ela tem a mesma cor da irmão mais velha, e tem ventos de 600 km/h, de acordo com dados do Telescópio Espacial Hubble. Cientistas não têm certeza do que está se passando com a pequena mancha, chamada, informalmente, de Pequena Vermelha ou Vermelha Júnior, mas oficialmente de Oval BA. Ela quase com certeza ganhou força e encolheu um pouco, de acordo com a pesquisadora Amy Simon-Miller. Conforme ganha força, a tempestade absorve material vermelho das camadas mais baixas da atmosfera de Júpiter, talvez um tipo de enxofre que muda de cor como parte de uma reação química, de acordo com a cientista.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2006 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.