Peregrinos lotam estações a caminho da abertura da JMJ

Os peregrinos que participarão da abertura Jornada Mundial da Juventude (JMJ) começam a se deslocar para a missa de Acolhida, em Copacabana, que será celebrada às 19h desta terça-feira, 23. A programação, no entanto, está prevista para iniciar às 16h, com apresentação de corais e bandas católicas. O grande fluxo de peregrinos faz com que as estações estejam completamente lotadas.

ANTONIO PITA, Agência Estado

23 de julho de 2013 | 16h05

Na estação Carioca, centro do Rio, as pessoas chegam a esperar duas horas para conseguir validar o cartão do metrô, recebido junto com o kit peregrino, numa fila destinada aos participantes da Jornada. O embarque também está demorando muito porque a catraca não dá conta do número de pessoas.

A estação virou um acampamento improvisado. Muitos estão deitados, fazem lanches, enquanto aguardam a validação do bilhete. A cada chegada de delegações de diferentes países, eles celebram o encontro com músicas da jornada. "Estamos aguardando duas horas os integrantes da delegação para retirarem os bilhetes. Enquanto isso, aproveitamos para comer e descansar da maratona", disse a francesa Adeline Poletto, de 19 anos, que chegou ao Rio nesta madrugada, por volta de 1h. A família que abrigaria a jovem e mais sete pessoas, desistiu de receber peregrinos. "Não ficamos chateados. A solidariedade da JMJ funcionou e fomos abrigados numa igreja próxima", contou a francesa de Mine, no sul do país.

Os peregrinos e fiéis enfrentarão frio em Copacabana. De acordo com o Centro de Operações Rio, a praia registra ventos de 50,4 km/h nesta tarde, que são considerados moderados, e chove fraco em diversos pontos da cidade.

Mais conteúdo sobre:
JMJabertura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.