Perita criminal morre após assalto em Sorocaba

A perita criminal aposentada Amélia Croccia Ildefonso, de 72 anos, passou mal e morreu depois que sua casa, no Jardim Sandra, em Sorocaba, foi invadida por dois homens armados com facas, ontem. Ela e o marido Adhemar Bolina, de 71 anos, foram amarrados e amordaçados. Os bandidos fugiram levando dinheiro, perfumes e roupas.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

01 de maio de 2010 | 12h33

Depois do roubo, Bolina conseguiu se soltar e pediu ajuda aos vizinhos para socorrer a mulher que, ainda amarrada, passava mal. Ela foi levada ao Hospital Regional, mas não resistiu. A causa da morte está sendo investigada, mas pode ser asfixia ou ataque cardíaco. O corpo da perita foi sepultado na manhã de hoje no Cemitério Pax. Amélia foi a primeira mulher a atuar como perita criminal na cidade e estava aposentada desde 1992. A polícia ainda não tem pistas sobre a autoria do assalto.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaassaltoperita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.