Peshmerga curdos chegam com armas a Kobani, na Síria

Forças curdas do Iraque chegaram à cidade de Kobani, na Síria, com armamentos pesados para ajudar os curdos da Síria a enfrentar esforços de insurgentes do Estado Islâmico para capturar a cidade e cimentar o controle na região da fronteira com a Turquia.

REUTERS

01 Novembro 2014 | 12h58

Soldados curdos da Síria receberam os soldados que são conhecidos com peshmerga, ou "aqueles que desafiam a morte", e disseram que com as armas que eles trouxeram, podem ajudar a fazer a diferença numa batalha que já dura mais de 40 dias.

Os peshmerga devem participar da ação militar em Kobani nas próximas horas, disseram autoridades curdas.

"O que faltava eram armas e munição, então a chegada de mais disso, além dos soldados, vai ajudar a fazer a diferença", disse o vice-ministro das Relações Exteriores do distrito de Kobani, Idris Nassan, por telefone à Reuters.

"A grande questão são as armas e a munição. Mas é claro que mais soldados vão ajudar".

Pelo menos uma ataque aéreo liderado pelos EUA atingiu posições em torno de Kobani no sábado, disse ele. "O sol está brilhando e o céu está claro então os jatos militares podem trabalhar ativamente hoje".

(Reportagem de Humeyra Pamuk e Mariam Karouny)

Mais conteúdo sobre:
SIRIAPESHMERGA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.