Pesquisa indica que neandertais comiam plantas

Pesquisadores paleoantropólogos, que trabalham na jazida arqueológica de Sima de las Palomas, na província de Múrcia, na Espanha, descobriram que a dieta dos neandertais não era baseada somente em carne, mas também incluía vegetais.

MADRI, O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2012 | 03h07

O diretor da escavação, Michael Walker, apresentou ontem, na cidade de Torre Pacheco, onde se encontra a jazida, diversas evidências achadas durante as escavações. Foram encontrados rastros de fitólitos (pequenos elementos minerais que só existem em plantas) nos dentes dos crânios descobertos, o que demonstra que os neandertais comiam plantas, possivelmente sementes de gramíneas.

Antropólogos e arqueólogos de diversos lugares do mundo trabalham na escavação. No local, também foram encontrados restos de ossos de animais com sinais de alteração por combustão, o que deixa evidente que o fogo era utilizado para alimentação ou aquecimento.

Os restos arqueológicos foram descobertos em 1991. Porém, somente a partir de 2005 restos humanos começaram a ser encontrados. Até 2010, foram descobertos mais de 300 restos humanos, incluindo crânio e mandíbulas, que constituem o mais importante conjunto de restos fósseis da espécie Homo neanderthalensis. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.