Pesquisa mostra aumento do apoio de escoceses à permanência no Reino Unido

O apoio dos escoceses à independência recuou, mostrou uma pesquisa feita pela Survation divulgada neste sábado, aumentando a diferença a favor da campanha pró-união a apenas cinco dias da votação sobre a separação da Escócia do restante do Reino Unido.

REUTERS

13 Setembro 2014 | 13h34

De acordo com a pesquisa feita a pedido da campanha pró-união "Better Together" (Melhores juntos), o apoio para a manutenção da Escócia no Reino Unido é de 54 por cento, enquanto 46 por cento dos entrevistados disseram que planejam votar pela independência em 18 de setembro, desconsiderando o posicionamento dos indecisos.

O levantamento foi feito em meio a um esforço concentrado da campanha contrária à independência após a mais recente média das pesquisas na sexta ter indicado uma diferença mínima entre as intenções de voto, com apenas 51 por cento de apoio à permanência da Escócia no Reino Unido.

A pesquisa Survation anterior, divulgada na última quarta, havia mostrado um percentual de 53 por cento pró-união e 47 por cento a favor dos separatistas.

Segundo a pesquisa deste sábado, 9 por cento dos escoceses continuam indecisos.

A Escócia vota na próxima quinta-feira se encerra uma união de 307 anos com a Inglaterra, separando-se do Reino Unido.

Levantamentos vinham mostrando uma sólida liderança da campanha do “Não”, contrária à separação, mas uma onda recente de apoio ao “Sim” fez com que alguns investidores vendessem libras e ações de companhias escocesas por temores sobre as consequências econômicas da separação.

A pesquisa Survation mostrou que 40 por cento dos entrevistados acreditavam em um futuro financeiro pior para eles e suas famílias com uma Escócia independente, enquanto apenas 27 por cento disseram acreditar que estariam numa situação financeira melhor nessa situação.

(Por Alistair Smout)

Mais conteúdo sobre:
MUNDOESCOCIAINDEPENDENCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.