Pesquisador recomenda cautela

Para o professor Geraldo Sant?Ana de Camargo Barros, coordenador-científico do Cepea/Esalq/USP, antes de render-se à euforia dos preços agrícolas e investir na compra de máquinas, o agricultor deve se lembrar do principal mandamento do investidor: comprar na baixa e vender na alta. "Embora os produtores cronicamente a desconsiderem, há a característica cíclica na agricultura: um par de anos excelentes tende a ser compensado mais adiante por um par de anos muito ruins e, entre esses pares, há alguns anos sem altas nem baixas importantes", diz. "Se levassem esse fato em consideração, os produtores se livrariam de surtos de euforia e depressão." Ele acrescenta, ainda, que os produtores muitas vezes comprometem seus negócios, ao investir quando dispõem de recursos e não na melhor oportunidade. "Se os agricultores investem na alta de preços das commodities, estarão comprando bens quando eles estarão bem mais custosos", diz. "Com isso assumem compromissos que podem se tornar um pesadelo na próxima fase, quando os preços das commodities e dos bens de investimento estarão mais baixos e, caso precisem vendê-los (para quitar dívidas), não reaverão os recursos investidos." Assim, os produtores devem planejar a aplicação dos recursos e não investir tudo imediatamente, mas distribui-los ao longo dos anos. "E verificar se os mercados vão se comportar como esperado, se a perspectiva, que agora parece fabulosa, se confirmará."

Tânia Rabello, O Estado de S.Paulo

23 de abril de 2008 | 02h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.