PF acha lancha de US$ 1 mi e mais R$ 4,8 mi de Abadía

As buscas feitas pelos agentes da Polícia Federal atrás dos bens do traficante de drogas Juan Carlos Ramírez Abadía já resultaram na apreensão de US$ 1,37 milhão, 670 mil e R$ 355 mil (a soma equivale a R$ 4,8 milhões). Na manhã de ontem, policias federais acharam uma lancha de 52 pés (17 metros), avaliada em US$ 1 milhão, que Abadía comprara recentemente.Os agentes já sabem que o colombiano, conhecido como Chupeta (Pirulito), tinha o hábito de enterrar dinheiro em suas propriedades. Para o advogado Sérgio Alambert, que defende o traficante, ?esse negócio de enterrar e esconder dinheiro em paredes parece que é um hábito colombiano?. Era assim que um dos maiores traficantes de droga do mundo escondia no Brasil parte do lucro obtido com o tráfico de drogas.Os policiais já encontraram dinheiro em duas casas em São Paulo e outra no Rio Grande do Sul. Anteontem à noite, agentes chefiados pelo delegado Fernando Franceschini recuperaram em Campinas US$ 952 mil e 420 mil (a soma equivale a R$ 2,9 milhões). À noite, os policiais foram revistar uma outra mansão do criminoso, em Florianópolis (SC), pois tinham informações de que Abadía esconderia ali 300 mil. Pela manhã, os agentes acharam a lancha no Porto de Vila Velha (ES). Abadía havia comprado a embarcação recentemente. Ela deveria estar em Angra dos Reis (RJ), mas foi enviada ao Espírito Santo, onde foi apreendida. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

MARCELO GODOY E RODRIGO PEREIR, Agencia Estado

11 de agosto de 2007 | 09h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.