PF apreende quantidade recorde de drogas em 2013

A Polícia Federal alcançou recorde histórico de apreensão de cocaína, maconha e de bens de organizações criminosas especializadas em tráfico de drogas em 2013. Foram apreendidas mais de 256 toneladas de drogas: 35,7 toneladas de cocaína e 220,7 toneladas de maconha. Também foram apreendidos R$ 80,1 milhões em bens.

AE, Agência Estado

07 de janeiro de 2014 | 07h34

São Paulo foi o Estado onde houve mais apreensão de cocaína. A Polícia Federal recuperou mais de 11 toneladas da droga no Estado, cerca de 30% do total. No caso da Maconha, o Mato Grosso do Sul teve o maior número de apreensões, com 85 toneladas identificadas pelos agentes.

De acordo com o Diretor Geral da PF, Leandro Daiello Coimbra, o aumento das apreensões de drogas no ano passado está relacionado à desarticulação de grandes organizações criminosas especializadas em tráfico de drogas e à maior presença da instituição nas fronteiras.

Em 2011, as apreensões de cocaína totalizaram 24,4 toneladas. No ano seguinte, em 2012, caíram para 19,8 milhões. No caso da maconha, as apreensões passaram de 174,1 toneladas em 2011 para 111,2 toneladas em 2012, antes de atingirem o volume histórico do ano passado. As apreensões de bens saltaram de R$ 48 milhões para R$ 80,1 milhões entre 2011 e 2013.

Tudo o que sabemos sobre:
PolíciaDrogas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.