PF averigua amizade entre traficante e ator Fábio Assunção

Em nota divulgada pela assessoria de imprensa do ator, Assunção atribui episódio a "boatos"

Rodrigo Pereira, Agencia Estado

25 de janeiro de 2008 | 10h32

A Polícia Federal confirmou, nesta sexta-feira, 25,  que o ator Fábio Assunção foi levado à Superintendência da instituição em São Paulo, na Lapa, na tarde de quinta-feira, 24. Segundo a PF, o ator foi encontrado com um traficante de cocaína preso em flagrante, na quinta-feira, em um flat da capital. Fábio Assunção foi levado pelos policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) para o prédio da Lapa, onde foi ouvido por horas como testemunha do caso.   Em nota, a Rede Globo informou que "o ator Fábio Assunção iniciou hoje (nesta sexta-feira) os trabalhos para a sua participação na próxima novela das oito". No comunicado, anexou fotos dele com o diretor Ricardo Waddington e as atrizes Claudia Raia e Mariana Ximenes, e diz que o ator "está entusiasmado com o novo desafio" e que "reagiu com bom humor" ao episódio policial, tachado de "recentes boatos" por sua assessoria.   "Agradeço pela preocupação, mas apenas dei um depoimento num caso que corre em segredo de justiça, sobre o qual não posso falar e que não me diz respeito diretamente", conclui o ator na nota.  Recentemente, Assunção ficou no topo de uma enquete promovida pela Agência Estado entre os principais fotógrafos de celebridade. A intenção era saber quem é a estrela mais simpática e a mais insuportável. Assunção recebeu o título de mais insuportável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.