PF do RS investiga golpe contra Lula na Previdência

A Polícia Federal investiga um golpe que utilizou o nome do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para conseguir empréstimo consignado, em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. O promotor de Justiça Rodrigo de Oliveira Vieira encaminhou à Justiça de Uruguaiana pedido que o caso seja repassado para a polícia da região.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

21 de dezembro de 2010 | 13h51

Segundo Vieira, o crime começou a ser apurado pela PF em 2007, após ser constatada a realização de alterações indevidas de endereço nos registros do benefício previdenciário de Lula. A PF constatou que as alterações no cadastro ocorreram por falhas e vulnerabilidades do sistema. Os empréstimos consignados fraudulentos foram realizados em nome do presidente, em Uruguaiana, e serão apurados.

Para Rodrigo, como o crime foi cometido contra pessoa física, a competência passou a ser não mais da Justiça Federal, mas da Estadual.

Tudo o que sabemos sobre:
previdênciafraudePFLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.