PF investiga fraude em prova da OAB-MG

O exame foi realizado em abril e maio deste ano com participação de cerca de 8 mil candidatos

O Estado de S.Paulo

19 Julho 2007 | 05h27

A Polícia Federal instaurou inquérito para investigar fraude no último exame da seção mineira da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O exame foi realizado em abril e maio deste ano com participação de cerca de 8 mil candidatos. Durante a 2ª etapa da prova, em 20 de maio, um fiscal encontrou uma "cola" com resposta da questão de prática de direito do trabalho. A OAB-MG considera que não há motivo para o cancelamento do exame.

Mais conteúdo sobre:
OAB educação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.