PF investiga postos em 16 cidades do país

A Polícia Federal realiza, na manhã desta quarta-feira, a Operação Hidra, que combate a sonegação fiscal e adulteração de combustíveis em uma rede de postos de combustíveis de Santa Catarina, Paraná e São Paulo.

AE, Agência Estado

21 Março 2012 | 10h47

De acordo com a PF, os agentes cumprem mais de cem mandados de prisão em 16 cidades. A Receita Federal afirma que as buscas estão concentradas no município de Guarapuava, localizado a 250 km de Curitiba e onde seria a base da quadrilha investigada.

A investigação é do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Guarapuava e identificou o esquema criminoso supostamente comandado por um núcleo familiar.

Simultaneamente, de acordo com a PF, estão sendo executadas medidas judiciais cautelares de bloqueio de contas bancárias em nome dos principais envolvidos e das empresas suspeitas, com objetivo de identificar recursos obtidos com as práticas supostamente ilícitas.

A Polícia Federal afirma que novas ações serão deflagradas pela Receita Federal ainda hoje, contando com mais elementos probatórios contra o esquema fraudulento.

Cidades alvo da Operação Hidra: Marília/SP, Ourinhos/SP, Balneário Camboriú/SC, Blumenau/SC, Lages/SC, Ponte Alta/SC e, no Paraná, Guarapuava, Curitiba, Ponta Grossa, Imbituva, Londrina, Bandeirantes, Campo Mourão, Cascavel, Assis Chateaubriand, Mal. Cândido Rondon, Medianeira, Candói e Pinhão.

Mais conteúdo sobre:
PF Operação Hidra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.