PF investiga sites de exploração ilegal de loterias

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta manhã uma operação para investigar sites de exploração ilegal das loterias da Caixa Econômica Federal. Estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Rio Grande do Sul e Goiás.

KÍVIA COSTA, Agência Estado

21 de dezembro de 2010 | 12h20

Os sites investigados pela Operação Trevo oferecem aos clientes a facilidade de realizar pela internet apostas em loterias como Mega-Sena, Lotofácil, Loteca e Timemania. Durante a investigação, a polícia ainda descobriu que os sites não enviam aos clientes o comprovante da aposta, que é o único documento aceito pela Caixa para o pagamento da premiação.

A PF solicitou ao Comitê Gestor da Internet a suspensão dos domínios dos sites. Os envolvidos deverão responder por crime de estelionato e uso indevido logotipos e marcas que identificam entidades da administração pública.

Tudo o que sabemos sobre:
políciaoperaçãoloteriasites

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.