PF já prendeu 112 em operações contra tráfico

As Operações Trilha e Nocaute, deflagradas pela Polícia Federal anteontem, já levaram à prisão de 112 pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas sintéticas. Além delas, outros 13 envolvidos, cujos mandados de prisão foram concedidos por três juízes fluminenses, continuam sendo procurados. Na quarta-feira, quando as duas operações foram deflagradas, os quase 300 agentes da Polícia Federal que atuaram no Rio e em sete Estados localizaram e prenderam 55 dos 68 denunciados à Justiça Federal e Estadual com mandados de prisão deferidos. Outros 57 envolvidos foram presos nos dez meses de investigações, principalmente em 26 flagrantes de tráfico de cocaína do Brasil para o exterior e de drogas sintéticas da Europa para o Brasil. Ontem, policiais federais foram apreender um computador na residência de Ângela Tadeu, mãe de Alexandre Lemos Frossard, preso anteontem. A busca ocorreu após a mãe do preso, numa conversa telefônica pela manhã, comentar que, se a polícia tivesse pego o computador de sua casa, o filho estaria mais comprometido. Ela não imaginava que o telefone continuava monitorado com autorização judicial. As operações da Polícia Federal resultaram até agora em cinco ações penais em três juízos diferentes. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

13 de fevereiro de 2009 | 11h48

Tudo o que sabemos sobre:
PFoperaçõesprisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.