PF prende 18 no Sul por suposta conexão com PCC

A Polícia Federal (PF) prendeu 18 pessoas em três Estados durante a Operação Espelho, cujo objetivo era desarticular uma rede de tráfico que tem ligações com a organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo.

JULIA BAPTISTA, Agência Estado

23 de setembro de 2010 | 17h25

Foram 14 prisões no Rio Grande do Sul, três em Santa Catarina e uma em Mato Grosso do Sul. Também foram apreendidos 3,5 quilos de cocaína, 25 veículos, entre automóveis e motos, seis armas, sendo um fuzil, e R$ 46,8 mil. A PF estima que cerca de 1 tonelada de cocaína era distribuída mensalmente pelo grupo no Estado do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

A investigação da delegacia da PF em Caxias do Sul iniciou em dezembro de 2009 com a apreensão de 262 kg de cocaína e produtos químicos usados para adulteração enterrados em um sítio em Torres, no litoral gaúcho. A partir daí, foram apreendidos 310 quilos de cocaína na fase de investigação. Participaram da operação 200 policiais federais dos três Estados.

Tudo o que sabemos sobre:
tráficodrogaoperaçãoPFPCCcrime

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.