PF prende 23 por fraudes contra a Previdência na Paraíba

A Polícia Federal prendeu hoje 23 pessoas acusadas de fraudar a Previdência Social na Paraíba, causando um prejuízo estimado em R$ 10 milhões aos cofres públicos. Entre os presos, cinco são servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

05 de outubro de 2011 | 13h07

Foram cumpridos 15 Mandados de Prisão Preventiva, oito Mandados de Prisão Temporária, 33 Mandados de Busca e Apreensão, além da determinação judicial de bloqueio de contas bancárias e sequestro de bens dos principais envolvidos. Foram apreendidos 12 veículos dentre carros e motos, duas armas sendo uma espingarda e um revolver cal. 38

Participaram da operação Agendamento Virtual 144 policiais federais de diversos Estados do Brasil e 32 servidores da Previdência Social do Estado da Paraíba. O objetivo da operação era o de combater e desestruturar organização criminosa com atuação na Paraíba que fraudava a concessão de benefícios previdenciários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.