PF prende 25 suspeitos de integrar milícia urbana em PE

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje 25 pessoas durante a Operação Êxodo 7 que desmantelou uma quadrilha que atuava no bairro de Rio Doce, município metropolitano de Olinda. De acordo com a PF em Pernambuco, o grupo funcionava como uma milícia urbana armada, sob o comando do ex-vereador e ex-policial militar Fernando Manoel da Silva. Dos 26 mandados de prisão, 25 foram cumpridos. Sete dos acusados já estavam presos em função de investigações anteriores da operação.

ANGELA LACERDA, Agencia Estado

17 de março de 2009 | 18h00

Segundo a PF, também integravam o grupo dois policiais militares, dois policiais civis da delegacia de Rio Doce, traficantes de drogas, vigilantes e assaltantes. Todos foram indiciados por tráfico de droga, corrupção ativa e passiva e homicídio. A quadrilha é responsabilizada por três assassinatos no bairro, supostamente decorrentes de brigas com grupos rivais por domínio da área. A assessoria de imprensa da PF informou que todos os comerciantes do bairro pagavam ao grupo por segurança privada clandestina. Quando atrasavam, eram ameaçados e assaltados.

Depois de prestarem depoimento na sede da PF, no Recife, os acusados foram encaminhados ao presídio do Cotel, no município metropolitano de Abreu e Lima. Na operação também foram apreendidos duas motos, um automóvel Fiat Uno, duas pistolas .40, uma pistola .380, dois revólveres calibre 38, 3,6 quilos de maconha e R$ 5,6 mil em dinheiro.

Tudo o que sabemos sobre:
PROperação ÊxodoPEmilícia urbana

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.