PF prende 3 acusados de fraudar o Pronaf no Pará

A Polícia Federal (PF) prendeu ontem três pessoas acusadas de fraudar a obtenção de créditos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) em Marabá, no Pará. De acordo com a corporação, os créditos giravam em torno de R$ 35 mil, sendo que ao beneficiário só era repassado em torno de R$ 3 mil. A estimativa é a de que as fraudes podem ultrapassar os R$ 30 milhões.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

29 de outubro de 2009 | 13h13

A operação, denominada Severina, em alusão à obra de João Cabral de Melo Neto, "Morte e Vida Severina", teve a participação de cerca de cem policiais federais, que cumpriram 19 mandados de busca e apreensão e três de prisão.

Tudo o que sabemos sobre:
operaçãoPFPronaffraudesPA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.