PF prende 5 suspeitos de falsificar selos do Inmetro

A Polícia Federal (PF) prendeu hoje cinco suspeitos durante a Operação Olho de Boi, cujo objetivo é o de desmantelar uma quadrilha que falsificava selos do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) para serem usados em extintores de incêndio do tipo veicular.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

12 de abril de 2011 | 11h31

Cerca de 160 policiais e 16 servidores do Inmetro estão cumprindo sete mandados de prisão e 33 de busca e apreensão em seis Estados e no Distrito Federal. As buscas visam a coletar o material falsificado bem como tirar de circulação lotes de selos já produzidos pelo grupo criminoso nos Estados de Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Bahia, além do Distrito Federal.

As empresas envolvidas no esquema colocavam os selos de autenticação do Inmetro - falsos ou mesmo verdadeiros - em extintores de incêndio e os revendiam como se tivessem sido recarregados. A conduta coloca em situação de risco clientes que adquirem o produto adulterado, que, em situação de necessidade, pode não apresentar funcionamento adequado. O Inmetro deverá emitir laudo de vistoria das empresas envolvidas e os divulgar nos próximos dias, junto com o balanço final da operação.

Mais conteúdo sobre:
crimefalsificaçãoselosInmetro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.