PF prende 51 em operações contra tráfico em nove Estados

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira 51 suspeitos em operações para desarticular duas quadrilhas de traficantes de drogas, que enviavam cocaína para a Europa por "mulas" que voltavam ao país com drogas sintéticas. As operações, com participação de 300 agentes, foram realizadas em oito Estados e no Distrito Federal. Entre os presos estão principalmente jovens de classe média alta, de acordo com uma assessora de imprensa da PF. Vinte e oito suspeitos foram presos no Rio de Janeiro, principalmente nos bairros de Copacabana, Barra da Tijuca e Recreio, e mais quatro em outras partes do país, como resultado da "Operação Nocaute", acrescentou a assessora. Em outra operação, chamada "Trilha", 19 pessoas de outra quadrilha foram presas em diversos Estados do país. Durante as ações, que continuavam em execução na tarde desta quarta-feira, a polícia ainda procurava outros 19 suspeitos. De acordo com a PF, as quadrilhas faturavam 1 milhão de reais por mês enviando cocaína para a Europa por meio de "mulas" --pessoas pagas para transportar a droga, que retornavam com drogas sintéticas como LSD e ecstasy. A cocaína seria proveniente de outros países, como Bolívia e Paraguai, e era levada escondida em fundos falsos de malas para Espanha, França, Holanda e Portugal. Além das prisões, também foram apreendidas drogas e armas desde o início das operações, em abril de 2008. Os presos serão acusados de tráfico internacional de drogas e formação de quadrilha. (Reportagem de Julio Villaverde)

REUTERS

11 de fevereiro de 2009 | 16h42

Tudo o que sabemos sobre:
GERALPRESOSDROGASINTETICA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.