PF prende cinco por fraudes contra a Caixa no ES

Cinco pessoas foram presas nesta quarta-feira durante a operação Peculatus, da Polícia Federal, no Espírito Santo, acusadas de participar de uma quadrilha que pratica os crimes de peculato, formação de quadrilha, falsificação de documento público, uso de documento falso, falsidade ideológica e estelionato qualificado contra a Caixa Econômica Federal.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

30 Maio 2012 | 09h35

De acordo com a PF, o bando realizava saques de precatórios judiciais e aposentadorias, usando documentos falsos, bem como saques de valores de contas bancárias mediante uso de cheques furtados e falsificação de assinaturas, provocando um prejuízo de pelo menos R$ 1 milhão à instituição.

Estão sendo cumpridos 16 mandados de prisão e 19 mandados de busca e apreensão, expedidos pelas justiças Federal e Estadual. Segundo a PF, a quadrilha contava com participação de funcionários da instituição. Foram detidos um servidor efetivo da Caixa, um contador, vários estelionatários e dois servidores da Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo, em razão de suspeita de corrupção.

Parte da quadrilha também foi responsável pelo desvio de cerca de R$ 250 mil por meio de fraudes no pagamento por meio de cartões de crédito em um posto de gasolina na região metropolitana de Vitória, segundo a PF.

Mais conteúdo sobre:
Fraude Caixa prisão ES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.