PF prende dois por trabalho escravo no interior de SP

A Polícia Federal informa que na noite desta quinta-feira, 18, prendeu dois homens responsáveis por reduzir trabalhadores à condição análoga à de escravo em uma fazenda localizada no município de Itirapuã (SP). A ação foi realizada por volta das 21 horas desta quinta-feira, em conjunto com o Ministério Público do Trabalho.

AYR ALISKI, Agência Estado

19 de julho de 2013 | 13h33

Em nota, a Polícia Federal informa que os trabalhadores, oriundos da Bahia, foram levados para São Paulo para trabalhar em lavouras de café. Em diligência no local de trabalho, a PF constatou que os trabalhadores residiam em alojamento em péssimo estado de conservação, sem banheiros e sem instalações adequadas para o preparo de alimentos.

Os presos foram indiciados pela prática do crime de redução à condição análoga à de escravo, cuja pena é de dois a oito anos de reclusão. Será concedida entrevista coletiva sobre o caso às 15 horas, na delegacia de Polícia Federal em Ribeirão Preto (SP).

Mais conteúdo sobre:
trabalho escravoItirapuã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.