PF prende em SP trio do PCC acusado roubar 28 bancos

Com o trio, foram apreendidas uma metralhadora americana calibre 380, uma pistola e uma réplica de revólver

Elvis Pereira, Agencia Estado

13 de novembro de 2007 | 19h40

A Polícia Federal (PF) prendeu na segunda-feira, 12, três homens acusados de assaltar agências bancárias diariamente na capital paulista. Os suspeitos são dois irmãos gêmeos, conhecidos como Magrela e Fininho, e um rapaz identificado como Alemão. Segundo a PF, os irmãos integram o Primeiro Comando da Capital (PCC) e eram procurados pela Justiça. Os acusados foram presos na zona leste da cidade e, segundo investigações, já participaram de pelo menos 28 roubos a bancos.Com os três, foram apreendidas uma metralhadora americana calibre 380, uma pistola e uma réplica de revólver. Eles responderão pelos crimes de roubo, formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo. De acordo com a corporação, recentemente outros três membros da quadrilha foram presos em flagrante quando se preparavam para invadir uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) situada em Santo André, no ABC paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.