PF prende empresário italiano por extração ilegal em MG

Um empresário italiano foi preso hoje sob suspeita de gerenciar um esquema de extração irregular de esteatito, conhecido popularmente como "pedra-sabão", no interior de Minas Gerais.

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

05 de outubro de 2011 | 19h17

Durante a Operação Teimosia foram apreendidos uma máquina escavadeira, um trator de esteira, três máquinas de corte de pedras, um tanque de combustível com capacidade de 14.000 litros, um compressor, dois geradores de energia e dois caminhões.

As investigações sobre a fraude foram iniciadas em janeiro de 2011, quando a Polícia Federal instaurou um inquérito para apurar uma denúncia do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

A produção mensal do local era da ordem de 30 a 40 blocos de rocha de cerca de 6 metros cúbicos cada. O material extraído era destinado a fabricação de lareiras de "pedra-sabão", que seguiam para o mercado internacional, principalmente para os Estados Unidos e para países da Europa.

O empresário preso já esteve envolvido em outros inquéritos policiais relacionados à extração ilegal de esteatito em outras áreas do interior de Minas Gerais. Ele foi indiciado pela prática do crime de usurpação de bem público da União.

Mais conteúdo sobre:
esteatitoextração ilegalMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.