PF prende mulher de Nem e 5 policiais da UPP da Rocinha

Cinco policiais militares lotados na Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha foram presos na manhã desta segunda-feira, 31, por agentes da Polícia Federal. Eles são acusados de repassar aos traficantes da favela informações sobre investigações e operações policiais no morro.

CLARISSA THOMÉ, Agência Estado

31 Março 2014 | 13h57

Na operação, a polícia também prendeu, no Mato Grosso do Sul, Danúbia Rangel, mulher do traficante Antonio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha. Desde a prisão do marido, em novembro de 2011, Danúbia vem alternando períodos de estadia no Rio e em Campo Grande, onde Nem cumpre pena num presídio federal.

Quatro policiais presos fazem parte do Grupo Tático de Proximidade, responsável por patrulhar o morro em busca de armas e drogas, e outro faz parte do Setor de Inteligência da PM. A operação contou com o apoio da Secretaria de Segurança.

Os policiais estão prestando depoimento na sede da PF. Pela manhã, agentes federais revistaram os armários dos PMs na sede da UPP da Rocinha. A Polícia Federal já solicitou a transferência de Danúbia para o Rio de Janeiro.

Mais conteúdo sobre:
prisãoRioRocinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.