PF prende oito advogados e oficiais de Justiça em PE

A Polícia Federal de Pernambuco realizou hoje em Recife e em Caruaru a Operação Pombo-Correio. O objetivo era desmantelar uma rede de corrupção formada por advogados e oficiais de Justiça. Oito pessoas foram presas. Seis delas estão na PF em Caruaru e os outros dois no prédio da superintendência, em Recife.Todos vão cumprir prisão temporária de cinco dias, que poderá ser prorrogada por mais cinco dias. Os agentes também cumpriram 12 mandados de busca e apreensão e três armas acabaram sendo recolhidas.As investigações revelaram que financeiras contratavam um escritório de advocacia para cobrar devedores que davam veículos como garantia em contratos bancários. Os advogados, no entanto, pagavam aos oficiais para localizar e apreender os carros.Os presos são acusados pelos crimes de concussão - exigir para si ou para outro vantagem indevida -, corrupção ativa e passiva, prevaricação - uso do poder público para satisfazer interesse pessoal -, usurpação de função pública e formação de quadrilha. A Polícia Federal ainda não deu detalhes sobre a participação das financeiras na fraude.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

09 de agosto de 2007 | 12h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.