PF prende traficante colombiano no Rio

A Polícia Federal (PF) prendeu na noite de sexta feira, 31, o traficante colombiano John Freddy Manco Torres, mais conhecido como "El Índio", no Aeroporto Internacional do Galeão Antônio Carlos Jobim, no Rio. "El Índio" era procurado na Colômbia, acusado de comércio de drogas e de ter corrompido um juiz para ficar livre de processo penal. O juiz foi condenado a 16 anos de prisão.

FAUSTO MACEDO, Agência Estado

03 de junho de 2013 | 16h49

O traficante colombiano foi surpreendido quando desembarcava no aeroporto com documentos falsos. A PF trabalhou em parceria com o Serviço de Inteligência da Colômbia. A representação da PF na Espanha recebeu alerta da passagem de "El Índio" e comunicou o Brasil sobre o horário exato do desembarque dele.

A PF em Madri informou que "El Índio" chegaria no voo Ibéria 6025. Quando passou pela Imigração, no Galeão, o traficante flagrado ao apresentar passaporte espanhol com o nome de Ivan Dario Gallegon Gonzalez. "El Índio" estava acompanhado de uma mulher. Os federais apreenderam com o colombiano 33 mil euros. "El Índio" foi autuado pelos crimes de uso de documento falso, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Agentes do Corpo Técnico de Investigação da Colômbia já haviam detido o traficante em 2008. "El Índio" é apontado como braço-direito da organização liderada por Daniel Rendón, investigado como um dos novos chefes do narcotráfico colombiano. "El Índio", de acordo com a Colômbia, trocava drogas por armas em países da América Central.

Tudo o que sabemos sobre:
PFtraficante colombianoRio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.