PGR decide não investigar Palocci, diz fonte

A Procuradoria-Geral da República (PGR) decidiu não investigar o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, pelo aumento de seu patrimônio quando dirigia a consultoria Projeto, informou uma fonte do governo à Reuters nesta segunda-feira.

REUTERS

06 Junho 2011 | 20h12

Palocci, pressionado a explicar um aumento de 20 vezes em seu patrimônio, enviou esclarecimentos à PGR sobre os serviços de consultoria prestados antes de assumir a Casa Civil.

(Por Jeferson Ribeiro)

Mais conteúdo sobre:
POLITICAPGRPALOCCI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.