Philips faz recall de 5 modelos de secador de cabelo

A Philips do Brasil realiza um recall de cinco modelos de secador de cabelo produzidos entre fevereiro de 2006 e abril de 2011. Em comunicado, a empresa informa ter detectado um defeito no interruptor do secador: na posição desligado e conectado à rede elétrica, ele pode apresentar faíscas, superaquecendo e, em casos raros, causando um princípio de incêndio. O recall é mundial e envolve milhares de produtos.

EQUIPE AE, Agência Estado

10 Junho 2011 | 18h14

Os modelos afetados são HP4930, HP4931, HP4829, HP4940 e HP8296. Todos eles possuem cabo dobrável. Para identificar se o produto pode ser do modelo afetado, é necessário que o consumidor verifique a numeração impressa no próprio corpo do secador. Para mais informações, a empresa disponibiliza o telefone 0800-703-0201 (de segunda a sexta das 8h às 20h, e sábados das 8h às 13h). Também é possível obter informações no site www.philips.com.br/replace.

A Philips diz que o cliente pode continuar a utilizar o secador até que o substituto esteja disponível. No entanto, é importante seguir as instruções que estão no manual e desconectar o aparelho da rede de energia elétrica quando ele não estiver em uso. Mas, se o aparelho não funcionar normalmente durante o uso, a companhia orienta que se interrompa a utilização.

A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo (Procon-SP) lembra que, em casos de recall, os consumidores que já passaram por algum acidente causado pelo defeito apontado poderão solicitar, por meio do Judiciário, reparação por danos morais e patrimoniais eventualmente sofridos. Caso o consumidor encontre dificuldade em efetuar a devida substituição, poderá procurar o Procon pelo telefone 151 ou pelo site www.procon.sp.gov.br.

Mais conteúdo sobre:
secador de cabelos recall Philips incêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.