Pichador é condenado a pagar R$ 4 mil em SP

Jovem pichou os muros de uma escola de educação infantil em São Roque, no interior do Estado

José Maria Tomazela - Agência Estado,

19 de setembro de 2012 | 19h21

SOROCABA - Um jovem de 20 anos foi condenado a pagar R$ 4 mil por ter pichado os muros de uma escola de educação infantil em São Roque, a 64 km de São Paulo. A sentença, divulgada nesta quarta-feira, 19, foi dada pela Justiça local e ainda cabe recurso.

A pichação ocorreu em novembro de 2010 e o rapaz foi apanhado ainda com as mãos sujas de tinta por integrantes da Guarda Civil Municipal. Em seu poder, os guardas apreenderam uma garrafa com tinta e dois rolos usados. Ele acabou confessando o crime e foi indiciado em inquérito por dano a patrimônio.

Com base em orçamento da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente, a prefeitura apresentou ao pichador uma conta de R$ 2,9 mil, mas ele não pagou. O caso foi levado à Justiça que reconheceu o direito do poder público de ser indenizado pelo dano causado ao seu patrimônio. Ele foi condenado a pagar R$ 3,2 mil, mas juros de 1% ao mês desde a data da pichação e, ainda, honorários advocatícios fixados em R$ 400, além das custas processuais, o que faz a conta chegar aos R$ 4 mil. Procurada ontem, a família do rapaz não deu retorno. A prefeitura informou que a ação foi movida para desestimular o vandalismo contra bens públicos.

Tudo o que sabemos sobre:
penapichadorSão Roque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.