Piloto de asa delta está desaparecido há dez dias em SP

O piloto de asa delta Antonio Donizete Mamede, de 49 anos, está desaparecido desde o dia 8 de setembro, quando decolou do distrito de Quiririm, em Taubaté, com destino a Caraguatatuba, no litoral norte paulista. Ele pilotava um tryke - uma espécie de asa delta motorizada - e teria sido reconhecido por uma amiga da professora Cleide Alves de Paula, esposa de Mamede, que o filmou durante vôo sobre uma praia em Caraguatatuba."Uma amiga da nossa família ligou dizendo que viu o meu marido sobrevoando a praia da Martin de Sá, desde então, fiquei tranqüila porque sabia que ele havia chegado bem à cidade", disse. Segundo a esposa, o piloto era muito experiente e conhecia bem a máquina. Por várias vezes ele já teria sobrevoado o Vale do Paraíba e essa era a segunda vez, que ele havia voado para o litoral.Amigos e pilotos do Aeroclube de Taubaté fizeram buscas ontem. Eles utilizaram quatro aeronaves e um helicóptero, para vasculhar o percurso que teria sido feito por Mamede, mas não encontraram nada.

JOÃO CARLOS DE FARIA, Agencia Estado

17 de setembro de 2007 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.