Pimentel é convidado para o Desenvolvimento, diz fonte

O ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel (PT) foi convidado para assumir o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio na administração Dilma Rousseff, disse à Reuters uma fonte do atual governo.

REUTERS

29 de novembro de 2010 | 18h53

Pimentel, que não conseguiu se eleger ao Senado por Minas Gerais nas eleições de outubro, é amigo pessoal de Dilma desde os tempos da luta armada nos anos 1970.

Se for confirmado no cargo, Pimentel será a primeira escolha de Dilma para o ministério de uma pessoa mais próxima a ela, num grupo até agora bastante ligado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Até agora, Dilma já oficializou que Guido Mantega segue no Ministério da Fazenda, que Miriam Belchior, coordenadora do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), assumirá o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, e que o atual diretor de Normas do Banco Central, Alexandre Tombini, comandará a instituição.

Fontes já confirmaram também as escolhas de Antonio Palocci, ex-ministro da Fazenda de Lula, para chefiar a Casa Civil, e de Gilberto Carvalho, atual chefe de gabinete do presidente, para a Secretaria Geral da Presidência. Paulo Bernardo, do Planejamento, deve ir para as Comunicações.

(Reportagem de Raymond Colitt)

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAPIMENTELMINISTRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.