Piñera homenageia vítimas de tragédia em Santa Maria

Na cerimônia de encerramento da reunião da Comunidade de Estados Latino Americanos e Caribenhos (CELAC) com a União Europeia, o presidente do Chile, Sebastián Piñera, abriu seu discurso pedindo aos chefes de Estado e de governo presentes que ficassem de pé e fizessem um minuto de silêncio em respeito às centenas de mortos na tragédia de Santa Maria, no Rio Grande do Sul.

TÂNIA MONTEIRO, EVIADA ESPECIAL, Agência Estado

27 de janeiro de 2013 | 16h05

Durante a reunião fechada dos presidentes, realizada pouco antes, o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Antonio Patriota, informou que estava representando a presidente Dilma Rousseff, que havia deixado o país, seguindo direto para Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para dar apoio às vitimas da tragédia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.