Pistoleiros assassinam vice-ministro da Indústria da Líbia

Pistoleiros mataram o vice-ministro da Indústria da Líbia quando ele voltava para casa, vindo de um shopping center na cidade costeira de Sirte, na noite de sábado, em um ataque que as autoridades de segurança atribuíram a militantes islâmicos radicais.

Reuters

12 de janeiro de 2014 | 12h14

A Líbia continua assolada por grande violência geral e assassinatos encomendados, mais de dois anos depois da guerra civil que depôs Muammar Gaddafi, com militantes, homens armados de milícias e ex-rebeldes, frequentemente recorrendo à força para impor suas exigências ao frágil governo.

O ministro Hassan al-Drowi levou diversos tiros, disse uma alta autoridade da segurança, pedindo para não ser identificado. "Eles abriram fogo de outro carro enquanto ele estava dirigindo, ele foi baleado várias vezes," disse a autoridade.

(Por Ghaith Shennib)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.