Planejamento nomeará analistas em política social

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, autorizou nesta terça-feira, 25, a nomeação de 888 candidatos aprovados para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais da Carreira de Desenvolvimento de Políticas Sociais.Os novos servidores irão trabalhar nos ministérios da Saúde, Trabalho e Emprego, Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Desenvolvimento Agrário, das Cidades, da Justiça, da Previdência Social e da Educação, além das secretarias de Políticas para as Mulheres, Promoção da Igualdade Social e de Direitos Humanos. O Ministério da Saúde receberá o maior número de nomeados, 501 analistas. O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome também ficará com boa parte dos servidores, 225 servidores ao todo.

LUCI RIBEIRO, Agência Estado

25 de junho de 2013 | 09h37

Segundo a portaria assinada pela ministra, a nomeação será efetivada já a partir deste mês, mas está condicionada à existência de vagas na data da nomeação, à adequação orçamentária e financeira da nova despesa com o Orçamento e à substituição de trabalhadores terceirizados e de consultores contratados por meio de organismos internacionais.

O texto diz que o provimento dos cargos dos ministérios do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e da Saúde terá como contrapartida a extinção de 630 postos de trabalho de consultores contratados por meio de organismos internacionais que atuam nas áreas fim do Ministério da Saúde e da totalidade dos postos de trabalho terceirizados que estão em desacordo com a legislação vigente no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

A extinção dos 630 postos de consultores contratados pelo Ministério da Saúde será realizada até 31 de dezembro deste ano e a extinção de todos os postos de trabalho terceirizados irregulares no Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome ocorrerá até 30 de setembro, cita o documento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.