Planeta

Museus cariocas terão selo de construção sustentável

, O Estado de S.Paulo

30 de novembro de 2010 | 00h00

A tendência das construções sustentáveis já chegou a centros culturais. O Rio de Janeiro ganhará nos próximos anos três novos museus que serão construídos sob os critérios de sustentabilidade da certificação americana Leed (sigla em inglês para Liderança em Energia e Design Ambiental). Serão o Museu da Imagem e do Som, na Praia de Copacabana; o Museu de Arte do Rio, na Praça Mauá; e Museu do Amanhã, no Pier Mauá.

Os três museus terão projetos arquitetônicos distintos, mas com a característica comum de seguirem princípios como economia de água e energia elétrica, ventilação natural, captação e reúso de água da chuva, entrada da luz natural, conforto interno, entre outros critérios.

O selo Leed será concedido pelo Green Building Council/Brasil, com consultoria da Casadofuturo.com, empresa de consultoria técnica especializada em construções. "Eventos como a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016 serão grandes oportunidades para consolidar a bandeira da sustentabilidade nas construções", diz Rosana Corrêa, sócia-diretora da Casadofuturo.com.

EVENTO

Mudanças climáticas em pauta na Poli-USP

A Escola Politécnica da USP, o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) e a Associação Brasileira de Ecologia, Prevenção à Poluição e de Defesa Civil (Abeppolar) promovem amanhã o seminário gratuito 4.º Encontro Nacional sobre Mudanças Climáticas e Defesa Civil. As inscrições podem ser feitas pelo (11) 3721-2252. / ANDREA VIALLI

Passado e futuro

A pirâmide de Chichén Itzá foi a locação escolhida pelo Greenpeace

para chamar a atenção para a COP-16, que começou ontem no México.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.