Planeta

Carro elétrico leva Toyota ao topo do ranking de empresas verdes

, O Estado de S.Paulo

29 de julho de 2011 | 00h00

A montadora japonesa Toyota foi eleita a marca global "mais verde" de 2011, segundo ranking da consultoria Interbrand, especializada em gestão de marcas. O primeiro relatório que analisa marcas segundo critérios de sustentabilidade elegeu a 3M e a Siemens na segunda e terceira posições, respectivamente.

O ranking considerou a percepção do público sobre as ações de sustentabilidade das marcas e informações prestadas pelas companhias. As empresas que alcançaram maior pontuação possuem estratégias ambientais percebidas pelos consumidores. No caso da Toyota, o pioneirismo no lançamento de um carro híbrido elétrico, o Prius (foto), fez com que a ela fosse percebida como mais preocupada com questões como o aquecimento global.

"À medida que mais empresas adotam programas de cidadania corporativa, as iniciativas verdes se tornam as de maior visibilidade", disse Jez Frampton, executivo da Interbrand. A listagem completa engloba 50 empresas.

O estudo também se baseou em análises das marcas feitas por consumidores nos Estados Unidos, Japão, China, Brasil, Alemanha, França, Grã-Bretanha, Itália. Índia e Espanha. Os setores automobilístico e de eletroeletrônicos, embora tenham considerável impacto ambiental, são hábeis em comunicar aos consumidores seus avanços em estratégias de sustentabilidade.

Indonésia perde 15% de matas em dez anos

A Indonésia perdeu 15 milhões de hectares de florestas entre 2000 e 2009, o equivalente a 15% de seu território. Os dados fazem parte de um estudo divulgado ontem pela organização ambientalista Forest Watch Indonesia (FWI). "É o desmatamento tropical mais rápido do mundo", afirma o diretor do FWI, Wirendro Sumargo. Segundo o relatório, a grande perda de florestas é causada por plantios de palma, mineração e madeireiras. / ANDREA VIALLI, com EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.