Plantas daninhas são tema de eventos no Norte e no Nordeste

Dois simpósios, promovidos em parceria com a Embrapa, debatem o assunto no Rio Grande do Norte e no Pará

O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2007 | 04h25

O manejo correto de plantas daninhas será tema de dois eventos promovidos em parceria com a Embrapa. O 1º Simpósio sobre Manejo de Plantas Daninhas no Semi-Árido, tel. (0--84) 3315-1792, coordenado pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), será de amanhã até sábado, em Mossoró (RN). E, na próxima semana, de 20 a 22, a capital do Pará, Belém, sediará o Simpósio Internacional Amazônico sobre Plantas Daninhas, tel. (0--91) 3204-1251.Os principais focos do simpósio em Mossoró são o manejo de plantas daninhas em diferentes culturas agrícolas, técnicas para aplicação de herbicidas e comportamento dos agrotóxicos no meio ambiente. As palestras programadas são: desertificação de áreas agrícolas no Semi-Árido brasileiro; manejo integrado de plantas daninhas; plantas daninhas na cana-de-açúcar e manejo de plantas daninhas em culturas oleaginosas.AMAZÔNIAEm Belém, um dos destaques do simpósio internacional será a palestra do pesquisador Décio Karam, presidente da Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas (SBCPD), promotora do evento. Ele falará sobre a importância do ensino da disciplina de plantas daninhas na formação dos profissionais da área agrícola.De outros países, estão previstas as participações de Alberto Pedreiros, do Instituto de Investigaciones Agropecuarias do Chile; Cilia Leonor de Piedrahita, da Universidad Colombia; Alvaro Anzalone, da Universidad Centroocidental Lisandro Alvarado, da Venezuela, e Philip Westra, da Colorado State University, dos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.